Bandeira Verde

Depois de 45 anos, tomar banho no Guaíba volta a ser uma opção para se refrescar no verão

Praias do Guaíba são uma saída para aliviar o calor do verão gaúcho - Foto: Clóvis Heberle - Correcaminos (http://clovisheberle.blogspot.com.br/)

Praias do lago que banha Porto Alegre voltam a ser aproveitadas de forma saudável – Foto: Clóvis Heberle – Correcaminos (http://clovisheberle.blogspot.com.br/)

Por Gabriela Prestes

Mônica Silva nasceu em dezembro de 1987, mora em Porto Alegre desde que se entende por gente e nunca teve a chance de aproveitar as águas do lago Guaíba para aliviar o calor escaldante do alto verão. Assim como ela, milhares de outros habitantes da capital dos gaúchos não tiveram essa experiência. Mas esse cenário mudou em janeiro deste ano, quando duas praias do Guaíba, proibidas para banho desde 1970, foram liberadas. As praias do posto 1 do Belém Novo e do posto 3 do Lami são agora uma opção para os que não podem veranear no litoral do estado ou, simplesmente, não querem enfrentar o congestionamento nas estradas.

A liberação para banhos foi divulgada no relatório semanal de balneabilidade da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Smam). O engenheiro químico da Smam Glauber Zetter Pinheiro explica que não houve um processo químico de despoluição da orla por conta do valor que esse tipo de procedimento custaria à Prefeitura da cidade. A medida para abertura dos balneários foi realizada com base nas amostras coletadas em três diferentes pontos de cada uma das praias pelo Departamento Municipal de Água e Esgoto (Dmae). As amostras foram encaminhadas à Fundação Estadual de Proteção Ambiental (FEPAM), que fez a análise dos dois pontos necessários para que o lago seja próprio para banho: o pH e o nível de poluentes contidos na água.

Para que a praia seja liberada, é preciso que essa análise de balneabilidade seja feita conforme as normas estipuladas pelo Conselho Nacional de Meio Ambiente (Conama). A instituição estabelece que seja realizado um monitoramento semanal com coleta de amostras e que 80% de um conjunto composto pelas cinco últimas amostras, devem apresentar um número de coliformes fecais abaixo do limite permitido (800NMP/100ml) e PH considerado normal, que deve ser superior a seis e inferior a nove.

Tempos de pescaria

Um dos fatores que contribuiu para que as águas alcançassem os níveis exigidos pelo Conama foi a construção da rede de equilíbrio da Estação de Bombeamento de Esgoto (EBE), uma rede situada às margens do Guaíba que leva o esgoto coletado nas estações até a Estação de Tratamento (ETE). A obra foi entregue em 2013 e diminuiu consideravelmente a poluição nas águas. De acordo com Pinheiro, é difícil controlar a poluição nas praias por conta do lançamento de lixo domiciliar e resíduos industriais no lago. Outro fator que atrapalha a conservação da água são os poluentes encontrados nos rios Gravataí e Sinos que desembocam no Delta do Jacuí e, por ele, no lago. “É preciso que seja feito um trabalho de conscientização da sociedade para que possamos aproveitar o Guaíba de forma saudável”, constata o engenheiro químico.

Antes da proibição para banhos, o lago era bem aproveitado pelos pescadores de final de semana. “Quando eu me mudei para Porto Alegre, a coisa que eu mais gostava de fazer no final da tarde era sentar na beira do Guaíba para pescar. Na maioria das vezes nem pegava peixe, mas era um momento em que eu parava para pensar na vida”. Heitor Vargas saiu do interior do estado com 25 anos e duas malas em 1954 para trabalhar na capital. Ele conta, que durante os 16 anos seguintes, ao menos uma vez na semana, geralmente aos domingos, levava o caniço para o lago. Muitos como seu Heitor ficaram tristes quando a Prefeitura anunciou que as águas eram impróprias para a atividade. Mas com a liberação para banho, Vargas pretende juntar os amigos e voltar para a areia, “a gente não vai pescar, até por que nem sei se ainda tem peixe lá, mas vai ser bom para relembrar aquela época”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s