As amigas secretas

Apelidadas carinhosamente de Ana e Mia por meninas que desejam emagrecer, a Anorexia e Bulimia são consideradas “estilos de vida” no mundo dos blogs

 Imagens de mulheres magras, com ossos e costelas à mostra, se tornam sinônimo de beleza - Foto: http://ficandomagracomana.blogspot.com.br/

Imagens de mulheres magras, com ossos e costelas à mostra, se tornam sinônimo de beleza – Foto: http://ficandomagracomana.blogspot.com.br/

Por Fernanda Mueller

“Comecei com a Ana porque não estava me sentindo bem sendo gorda. Eu sempre fazia dietas e nunca dava continuidade. Tenho 1,54m de altura e pesava 49 kg até que um dia fui na farmácia e quando subi na balança ela marcava 51,1 kg. Eu fiquei chocada e pensei: é hoje, tenho que emagrecer! Eu sempre gostei muito de comer, mas se for para emagrecer, eu topo. Esse blog será como um diário, postarei dicas de como se controlar, do que eu comi e inspirações”.

Ela prefere não revelar a sua verdadeira identidade. Dana Prince, como é conhecida no mundo dos blogs pró-Anorexia e Bulimia, começou a passar fome para emagrecer em 2013. Na época, tinha 18 anos. Hoje, ela já atingiu a sua meta de chegar aos 40 kg, mas não está satisfeita, quer ir mais longe.  Para Dana, o blog é um lugar seguro, onde ela pode conversar sobre o assunto com pessoas que entendem a sua vida e não a julgam. “Eu não incentivo ninguém a procurar pela Ana e pela Mia, porque se você não tiver controle pode acabar se perdendo nessa vida. Pelo contrário, acho que quem está começando agora, deve procurar um método mais saudável para emagrecer. Mas eu aprendi a me controlar e estou lidando bem com elas. Quando fico dois dias sem comer, eu começo a ficar muito fraca e, para evitar que eu desmaie, eu como alguma coisa pouco calórica”.

Os blogs a favor da Anorexia e Bulimia são geralmente criados por adolescentes entre 14 a 19 anos de idade, sendo 90% meninas. Elas possuem uma linguagem própria. Geralmente se denominam de bonecas, princesas e borboletas, que remetem a figuras frágeis e delicadas. Em todos os blogs há imagens de mulheres magras, que elas chamam de thinspos (thin, significa magra em inglês) e servem de inspiração. Há ainda termos utilizados nos blogs, como: LF = Low Food, que significa ingerir a menor quantidade possível de comida. Esse conceito é muito variável, mas geralmente se refere a ingestão de no máximo 300 calorias por dia; NF = No food, que significa não ingerir nenhuma caloria. Nesse caso, elas somente podem tomar água, chás e café preto, pois esses líquidos não possuem calorias; E, por último, Miar, que significa vomitar.

Ana considera seu blog um refúgio seguro, onde ela pode conversar sobre o assunto com pessoas que não a julgam

Ana encontra em seu blog um refúgio seguro, onde ela pode escrever para pessoas que não a julgam

Dana diz que vê a Ana e a Mia como estilos de vida, porque não se deixa dominar por elas. Durante a semana ela faz LF’s e NF’s, mas nos finais de semana, se permite comer um pouco a mais. Quando perde o controle, e tem compulsões alimentares, ela decide vomitar. “A Mia é uma forma extrema de compensar quando eu como demais, mas eu não gosto dela. Geralmente eu procuro fazer NF’s para compensar o que comi nos finais de semana. Já cheguei a ficar quatro dias sem comer, na época que eu estava mais gorda, mas hoje em dia eu fico no máximo dois”.

Ana Alves criou o seu blog em 2011. Na época, tinha 16 anos e se denominava Ana Butterfly. Ela começou fazendo dietas radicais que encontrou no blog de outras meninas e conseguiu emagrecer, mas não estava satisfeita. Até que em junho de 2013, percebeu que estava perdendo o controle e decidiu começar a emagrecer de forma saudável. “Tinha períodos que eu estava com 55 kg, e estava bem, mas tinha vezes em que eu passava fome até chegar aos 50, e parecia um número horrível. Eu olhava no espelho e meu reflexo me deprimia. Não sei, acho que a gente vai perdendo a noção do próprio corpo”. Hoje, com 20 anos e 58 kg, ela não esconde a sua verdadeira identidade e usa o blog para compartilhar suas experiências e ajudar outras meninas que estão passando por isso.

Para a psicóloga Carmen Hore, a Anorexia e Bulimia não podem ser denominadas de estilos de vida, pois, para serem chamadas assim, deveriam remeter a qualidade de vida, e, na verdade, esses transtornos são decorrentes de sofrimento psicológico e por isso, precisam ser tratados. Carmem explica que meninas com Anorexia e Bulimia vivem no que é chamado pela psicologia de Mundo Psicótico, quando a realidade que uma pessoa está inserida a faz sofrer, ela inventa uma realidade para ela mesma. Por isso, as meninas passam a contrariar tudo o que as outras pessoas dizem. A psicóloga não condena os blogs pró Ana e Mia, pois, segundo ela, todos têm o direito de se expressar e trocar experiências. “Essas meninas não estão necessariamente doentes, mas estão com sofrimento psicológico e não conseguem chamar a atenção das pessoas de outra forma. Na verdade, o blog pode ser um grande pedido de socorro”.

Anúncios

Uma resposta para “As amigas secretas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s