Eu fotografo, tu fotografas, ele fotografa…

Novas tecnologias democratizam a fotografia e mudam radicalmente o mercado

Com milhões de usuários, Instagram e Snapchat são apps que movimentam os donos de smartphones que adoram fotografar - Arte: Mateus Mognon

Com milhões de usuários, Instagram e Snapchat são apps que movimentam os donos de smartphones que adoram fotografar – Arte: Mateus Mognon

Por Mateus Mognon

Há 10 anos, tirar uma foto exigia uma câmera potente com um rolo de filme, tempo e produtos químicos para revelar as imagens. Hoje só é necessário ter um smartphone e um aplicativo, que normalmente pode ser baixado de graça. A facilidade de fotografar e o crescimento de apps totalmente voltados para o compartilhamento de imagens estão mudando o significado dessa prática e transformando a indústria da fotografia.

Uma das ferramentas que mais ajudaram a espalhar o vício de fotografar é o Instagram, app lançado em 2010 que já tem mais de 300 milhões de usuários e um valor de mercado de 33 billhões de dólares. O aplicativo é totalmente voltado para fotografias e faz tanto sucesso que até mesmo profissionais estão utilizando a ferramenta para trabalhar. O fotógrafo de casamentos Guilherme Antunes usa o Instagram há três anos e acha que a rede social é um ótimo jeito para divulgar seus trabalhos. “No começo eu não sabia direito o que fazer, porque era tudo muito novo. Agora eu seleciono as melhores fotos de cada álbum e posto no Instagram, e os clientes gostam. Antes, o álbum de casamento era algo mais privado, mas agora as noivas gostam de compartilhar suas fotos com todo o mundo”.

Apesar do grande número de usuários do Instagram e da facilidade que os donos de smartphone têm para fotografar, Antunes pensa que isso é positivo para a profissão de fotógrafo. “O que ocorreu nos últimos tempos foi uma banalização da fotografia. Todo mundo pode fotografar, mas nem todos são bons. Com isso, os fotógrafos profissionais se destacam em meio a tantas imagens. Trabalho com fotos há 13 anos e a técnica e preparo na hora de capturar a imagem faz uma diferença. O fotógrafo profissional consegue fazer algo diferenciado, consegue capturar o sentimento do momento”.

Outro aplicativo que está totalmente ligado ao fenômeno que alguns chamam de “banalização da fotografia” é o Snapchat. Com um público predominantemente jovem, o app utiliza as imagens como principal meio de comunicação e também possui uma regra básica que acaba com o propósito primordial da fotografia: guardar momentos. No Snapchat, todas as imagens postadas somem após serem visualizadas ou após 24 horas no ar. Por causa disso, o número de fotos circulando dentro do app é enorme. Segundo uma pesquisa do site PhotoWorld, mais de 8700 imagens são compartilhadas a cada segundo dentro do Snapchat.

Essas mudanças na fotografia estão ligadas ao desenvolvimento tecnológico dos celulares e, também, à vontade das pessoas de fotografarem. Apenas no Brasil, já existem 154 milhões de smartphones, telefones inteligentes que possuem acesso à internet e são carregados de ferramentas. Nos últimos 10 anos, as fabricantes de começaram a investir pesado nas câmeras dos dispositivos móveis. Empresas como a Apple, Sony, LG e Samsung começaram a desenvolver câmeras potentes e já lançaram celulares com sensores de até 20 megapixels, o que gerou esse crescimento na prática de fotografar.

Graças ao aumento das “selfies”, as câmeras frontais também começaram a ganhar atenção das empresas especializadas. O Motorola RAZR V3, celular mais vendido na história, foi lançado em 2004 e possuía uma câmera frontal  VGA, a mais baixa qualidade de imagem para câmeras móveis, mas a mais avançada na época do dispositivo. Em comparação, o Moto X Style, último lançamento da Motorola, vem com uma câmera frontal de 5 Megapixels. Isso significa que, em 10 anos, cerca de 4,7 milhões de pixels foram adicionados nas câmeras frontais, tudo graças ao amor dos “selfistas”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s