Lixo fora do lugar

Ronaldo - 2

Projetos voluntários recolhem resíduos e promovem campanhas de conscientização

 – Ronaldo Fontana –

Onde quer que você vá, a chance de encontrar lixo espalhado é enorme. Seja nas praias, em bairros mais nobres onde mesmo com coletas até mais regulares que outros lugares, ainda são encontrados resíduos. Até mesmo em comunidades carentes, onde a conscientização dos moradores parece ser menos “abalada”. São nestas comunidades que há uma maior concentração de trabalhos voluntários para coletas de entulhos e resíduos que, em quase 100% dos casos, os próprios moradores são os responsáveis pela sujeira.

É o caso de diversos lugares como nos complexos do Morro da Cruz, e como outros bairros e praias. No caso dos morros o trabalho fica para o voluntariado, como o da Escola de Filosofia Nova Acrópole, em que um dos serviços prestados à comunidade de Florianópolis é a limpeza de lugares mais necessitados, visto por eles como essas áreas carentes. Um dos pontos importantes é trabalhar com a conscientização da população que habita estes locais, e é com esta ética que a organização trabalha, contendo em seu próprio slogan “Filosofia, Cultura e Voluntariado”. Para a bancária, estudante e voluntária da escola, Roberta F. muitos dos moradores são os principais responsáveis pela sujeira encontrada, justamente pela falta de informação e cultura que já vem dos mais antigos “Enquanto estávamos fazendo a limpeza do Morro da Caixa certa vez, tinham muitos moradores que ficavam rindo dos voluntários, como se estivessem passando por bobos por estar fazendo aquilo. Mas também sempre tem a parte da comunidade que vem ajudar no mutirão, principalmente os vinculados à associação de moradores”.

Na comunidade de pescadores da praia da Armação da Piedade e do Matadeiro, no sul da Ilha não deixa de ser parecido. A diferença é que assim como em outras áreas de praia e turismo, a presença de visitantes, principalmente durante a temporada de verão que vai de dezembro até final de fevereiro, o número de pessoas ocupando as areias, bares e restaurantes aumenta significativamente e, com elas, a “produção” de lixo aumenta.

Ronaldo - 1

Assim como o voluntariado feito pela Acrópole, nas comunidades mais próximas às praias ou até mesmo nas próprias praias, as ações também ficam por conta deste mesmo tipo de trabalho. Considerado pelos participantes até mesmo como um estilo de vida, o Projeto Route é quem faz este cuidado filantropo aqui em Florianópolis. Conhecido principalmente por cuidar das praias e mares da Ilha, o projeto conta com apoio de voluntários para a limpeza das áreas selecionadas. Como slogan de estilo de vida, os participantes tendem a aderir ao projeto para melhorar o mundo, mas principalmente as regiões onde vivem. Os eventos são marcados através das redes sociais, mas muitos adeptos abraçam a causa por verem que o projeto muitas vezes atua no seu “quintal”.

Ninguém nascia antigamente já preocupado com o meio ambiente como hoje em dia, em que as crianças já aprendem na escola que se deve preservar a natureza. A geração passada, os “adultos” de hoje, são exemplos disso, onde depois de muito tempo que a preocupação pelo planeta veio à tona. “Eu saia para trabalhar de carona de barco com alguns pescadores, indo para as ilhas, e eles jogavam seu lixo no mar, não dando nenhuma importância para a preservação. Foi aí que minha ficha caiu, que tinha que dar mais valor para a natureza, quando vi aquilo me joguei no mar e peguei o lixo que o pescador tinha jogado”, disse o percussionista e voluntário do Projeto Route, Ettore Brod. As gerações mais antigas demoraram a perceber que suas comunidades dependem deles para se manter e melhorar, mas ainda há os que não perceberam e não fazem nada. Do contrário não haveria projetos e voluntários limpando comunidades e natureza.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s